Tendências De Make Para O Verão 2018!



Bella Hadid, Kendall Jenner e o make leve do desfile de Alexander Wang que é destaque da temporada


Ninguém melhor para contar o que bombou na beleza dessa temporada do que quem viveu isso de pertinho, né? Depois então de um intensivão nos backstages dos desfiles spring/summer 18de NY e Londres pedimos para Rafaella Crepaldi, makeup stylist regional da NARS para a América Latina, comentar as tendências que vêm por aí (e algumas coisitas mais)! Confira:

A PELE CONTINUA BEM NATURAL, na verdade mais do que nunca, e por isso é o grande hit da temporada! “Fazemos apenas uma correção em regiões pontuais, como marcas de acne ou algo do tipo, mas mantendo a vermelhidão da pele e as rosáceas. A ideia é muito baseada nas garotas adolescentes e nas jovens que gostam de ousar e brincar com a maquiagem e não se preocupam se o lápis borrar no olho, se a máscara transferir ou se ficar um resquício de batom nos lábios. Essa ideia da desconstrução realmente foi algo ainda mais forte nessa temporada!”, disse Rafa.

NÃO HÁ UM FOCO, o make como um todo é bem despretensioso. “Quando se via o batom, por exemplo, ele não era o protagonista, assim como o make dos olhos: o delineador apareceu na parte inferior com um leve traço gráfico, tendência do desfile de J.W.Anderson, e veio também na parte de cima com um gatinho na Erdem, era sempre algo discreto”, comenta.


A PELE MATTE ESTÁ DE VOLTA! E isso agora não briga mais com aquele efeito fresh que se deseja. “São bases com acabamento matte, porém leve. Hoje, há muito mais tecnologia no mercado, permitindo fazer uma pele sem brilho e ainda natural”, disse Rafa, que contou que também foi usado muito corretivo com esse acabamento. Ela lembra que a pele não é seca, mas seu brilho é sutil, com bem menos radiância, algo que era uma obsessão nas temporadas passadas.

SAEM OS PRODUTOS GLOSSY, VOLTAMOS AO PÓ! Depois de um bom tempo com a textura cremosa/molhada reinando, os produtos em pó (compacto e/ou solto) voltaram às bancadas de make para acompanhar essa pele mais sequinha. “Os produtos em pó foram revisitados, inclusive nas sombras, nos iluminadores e nos blushes”, afirma. O jeito mais moderninho de usar? “É legal fazer uma mistura, usar blushes como sombra e vice-versa, criando assim um look monocromático, tom sobre tom”, indica.
 


O TRUQUE DE OURO DO BACKSTAGE vai te surpreender! “O uso de hidrantes e óleos para o rosto foi indispensável! Uma dica para ter um acabamento bem natural e não deixar nada ficar marcado é aplicar algum produto mais oleoso ou ‘gorduroso’ depois que a pele estiver pronta. Aplique pressionando ou apalpando na pele, isso traz uma textura mais real!”, indica.
 


Sem sombra de dúvida esse look da Adeam foi o meu favorito!Trabalhamos com tons de sombras quentes e brilhantes, iluminador perolado, além do Orgasm e do novo Sun Wash Diffuzing Bronzer. Também usamos dois tons do novo Precision Lip Liner para neutralizar o tom do lábio. Essa make representa não só a temporada, mas esse momento, a volta da supermodelo e da valorização da beleza natural. Traz uma conotação da mulher da década de 1970, elegante e sofisticada”, contou Rafa sobre os looks acima, citando os produtos da NARS que foram usados.

COMO USAR O MAKE DE PASSARELA NA VIDA REAL? “Tenha em mente que a maquiagem não precisa ser algo que necessariamente te deixe mais mulherão. É importante pensar no que vai fazer você se sentir linda, às vezes, é um corado de pele saudável ou só uma máscara; não pense na maquiagem como uma construção total, visualize em elementos separados, distintos”, comenta Rafa. Assim, em um dia use a máscara mais carregada nos olhos, no outro o batom com cara de borradinho (não precisa borraaar mesmo, basta deixar os contornos mais difusos). “Traga as inspirações misturadas com o que está acostumada a fazer”.

Pra fechar o post, Rafa (em ação no backstage no clique acima!) revela uma curiosidade: como, afinal, são criados os makes que vemos nas passarelas?

“É uma tarefa em conjunto do maquiador e do estilista. Em geral, o estilista vem com o conceito da coleção, descrevendo o que ele espera passar com aquelas peças. A partir dessa conversa, o maquiador desenvolve uma ideia. No dia da prova de make (que em geral é uns três dias antes do desfile, ou até menos), rolam uns testes e mais conversas, até chegar ao look final. No dia da apresentação, assim que chegamos no backstage o maquiador responsável pela beleza (lead artist) faz a apresentação para toda a equipe e começamos a produção. É claro que, na etapa de desenvolvimento da coleção, quando há uma marca de sponsor (patrocínio), em geral há a necessidade de trabalhar alguns produtos da marca que sejam importantes para a próxima estação. Assim como o desfile resume uma coleção de Spring Summer 2018, a marca de maquiagem também, então há sempre essa preocupação em trabalhar ambas”, contou.

 

 

 

via @garotasestupidas